• Filipa Larangeira Carvalho

Janeiro = Reset

Dois colegas encontram-se nos corredores da empresa depois de regressados das férias de Natal.


"Uff! 2020 chegou finalmente ao fim. Que pesadelo! Estava cansado de estar em casa. A ver se isto regressa ao normal, pá." comenta um deles.


"Normal?" Responde o outro.

"Eu tenho é pena porque até estava a gostar da outra vida.

Tive finalmente tempo para estar com os miúdos - eles crescem a correr! -,voltar a fazer exercício e arranjar as dobradiças do armário da cozinha que chiava há mais de 1 ano.

Descobri que sou bom nisso, sabes, e a minha mulher andava mais feliz com com a casa toda arranjada.

Por causa disso passei até a falar mais com o meu velho que sempre foi um craque nessas coisas.

Agora falamos mais só por causa da bricolage, vê lá tu bem!

O tempo parecia que dava para tudo e até trabalhei melhor.

Mas agora voltámos à correria do costume, já estou a engordar, parece que mal vejo os miúdos outra vez e tenho outra porta do armário da cozinha a ranger há 3 meses.


Isto já não me faz qualquer sentido."


"Epá, parece que vives numa galáxia diferente da minha!

E isto agora das novas estirpes...? Ainda achas que está tudo bem, oh senhor optimismo?" devolve o primeiro.


"A minha avó Lourdes que pouco tinha mas parecia a mulher mais abundante do mundo sempre me disse que a felicidade depende das lentes que escolhemos colocar nos nossos óculos." - replica o segundo.


"Ouve lá, estiveram os cientistas enfiados dia e noite nos laboratórios para desenvolverem em tempo recorde esta vacina, até se aliaram à concorrência para ver se isto andava para a frente e tu achas que isto está pior?


Duas farmacêuticas a trabalharem em conjunto! Já imaginaste o que seria possível se o fizessemos sempre?


Olha, e ainda te digo mais! Na minha rua o mini-mercado do Sr. Joaquim nunca esteve tão bem. Passámos todos a comprar lá e um dos meus vizinho que é das informáticas até lhe está a criar um site para vender online.


Eu compreendo que apanhámos todos um grande susto mais isso não nos pode parar ou fazer perder a humanidade."


"Isso dizes tu agora mais ouvi por aí uns zumzuns que temos de subir as vendas doa a quem doer, senão vamos todos para a rua." - Contrapõe o primeiro.


"Lá estás tu! A mim ninguém me apanha nessa armadilha.


Eu acho que esta é a oportunidade perfeita para começarmos a vender MELHOR, a conhecer melhor o nosso cliente e a perceber o que precisa verdadeiramente e vez de andarmos sempre a impingir tudo e mais uma coisa.


Mas para isso precisamos de ter calma, temos de acreditar e aproveitar o frio do Inverno para fazermos um inventário e juntarmos estas cabeças pensantes para montarmos um bom plano.


As pessoas já não querem nem vão comprar da mesma forma, vão pensar mais em cada cêntimo que gastam e ainda bem! Já viste a quantidade de lixo que deitamos fora?! Eu bem vi durante o confinamento...


E quem se lixa é o ambiente e os nossos filhos que ficam sem casa daqui a uns anos. Já não é por nós, é por eles.


Senão por que raio passámos por todos os desafios do ano passado, para não aprendermos nada?!


Queres mesmo voltar ao normal? Queres mesmo viver apenas para ganhares o teu ao final do mês ou queres um vida com mais sentido?


Para mim Janeiro é o mês de carregarmos no botão do RESET e pensarmos como podemos fazer melhor.


Como é que te sentes melhor: a pensares no problema ou a seres parte da solução?


Já te convenci a comprares umas lentes novas para os teus óculos?"


Os dois colegas esboçam sorrisos detrás das máscaras e despedem-se com um aceno de cabeça.

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube

©2020 por Newmanityschool.