• Filipa Larangeira Carvalho

Procura-se: uma nova Humanidade

Atualizado: Set 23



Este post destina-se a lançar um desafio. Leia até ao final, por favor.


No inicio de Março de 2020 as nossas vidas mudaram.


Os analistas económicos receiam pelo PIB (Produto Interno Bruto). Eu prefiro falar na oportunidade única que temos de crescimento do FIB (Felicidade Interna Bruta).

Para quem desconhece…

o FIB é um conceito de desenvolvimento social criado em contrapartida ao PIB. Enquanto os modelos tradicionais de desenvolvimento têm como objectivo primordial o crescimento económico, o conceito de FIB baseia-se no princípio de que o verdadeiro desenvolvimento de uma sociedade humana surge quando o desenvolvimento espiritual e o desenvolvimento material são simultâneos, assim se complementando e reforçando mutuamente.

Acredito que este é o verdadeiro motor do desenvolvimento humano.


Voltámos a casa, à nossas famílias, deixamos de nos desgastar em longas horas em filas de trânsito, parámos para pensar na nossa saúde, estamos mais próximos da educação dos nossos filhos e do coração dos nossos pais. A família é o cerne da sociedade e pode agora reunir-se para se voltar a conhecer.


Ter tempo para parar, para descansar, para abraçar, para agradecer, para nos conectarmos…não será isso verdadeira felicidade?


Desde que o isolamento começou que abundam as estórias de pessoas extraordinárias que se superam a cada dia pelo bem comum.

Vemos também a regenerar a olhos vistos, a Natureza ostracizada pela insustentável vida humana.


Não será isto felicidade? Não serão estes sinais de cura ?


Há muito que vivemos dormentes e amedrontados. Distraímo-nos com tudo o que podemos desde o consumismo desenfreado, ao materialismo desmedido, passando pela concorrência selvagem e o excesso de tecnologia.


Esquecemo-nos que a união faz a força , esquecemo-nos da importância do abraço e claro, desprezámos o FIB…mas agora estamos a ser chamados a equilibrar os pratos da balança.


Por isso acredito que da doença pode emergir a cura para um vírus diferente daquele que nos confinou às quatro paredes das nossas casas (se tivermos a sorte de as ter e de nos podermos voluntariamente confinar): o do desumanização. Este vírus silencioso fez de nós seres amedrontados, ansiosos, agressivos (como seria de esperar quando se vive em stress permanente, o qual gera uma resposta de “fuga ou ataque” ) e desempoderados.


É conveniente aos poderes instituídos que continuemos assim porque enquanto estivermos dormentes consumimos mais, pensamos menos e dividimo-nos…para alguns reinarem.


As boas noticias é que essa falta de poder, de sabedoria, de confiança e de paz podem cessar se assim o quisermos e mais rápido que o que pensamos.

Talvez a resposta esteja no FIB


Dizem os entendidos que a fórmula da felicidade é:

H = S (50%) + C (10%) + V (40%)


Ou seja, a (H)Felicidade duradoura (e não a decorrente de momentos isolados de satisfação como a que deriva da ingestão do nosso alimento favorito) é o resultado do nosso (S) Set Point ( o standard de felicidade que temos por força da educação ou genética), mais as (C ) Circunstâncias Externas , mais as (V) Circunstâncias internas ou variáveis voluntárias.


Oportunamente partilharei mais sobre a forma de alterarmos as variáveis S e V (conquistando assim cerca de 90% da equação) mas por ora — e pelos tempos em que vivemos — importa endereçar no imediato o contexto externo.


Como podemos em tempos de crise alterar as nossas circunstâncias externas ?


Dizem os estudos que para além da fé/ espiritualidade e do casamento (apesar de tudo dizem os números que as pessoas casadas continuam a constar como sendo as mais felizes) , evitar eventos e emoções negativas é uma das vias.


Ora numa era inundada pela informação — as mais das vezes negativa e alarmista — urge criar um novo quadro de referências que espelhe para onde queremos ir e não de onde queremos sair. Uma verdadeira corrente de inspiração e esperança.


Quando tinha 21 anos sonhei com uma escola multi-geracional inclusiva. Quinze anos depois surge a Newmanity School (inicialmente Newmanity Project) que vinha materializar de alguma forma essa visão.


Este projecto (ainda em construção) assumiu muitíssimas formas mas manteve — e mantém- o propósito de sempre: capacitar pessoas com as ferramentas de que já dispõem dentro de si, despertando-as para os seus talentos natos, para a sua singularidade e poder pessoal.


Talvez não seja tanto uma escola para aprender mas antes uma comunidade de pessoas que, partilhando a sua essência e a sua sabedoria (diferente de “conhecimento”), vai despertando consciências.


Se eu for, tu és. Se eu me vejo, encontro-te.


Todos temos algo para aprender e ensinar, independentemente da idade, do background académico, da cultura, do género ou mesmo das pretensas capacidades intelectuais.


Assim o desafio que lançamos é o de partilharem histórias reais de superação — durante estes tempos ou em outras ocasiões da sua vida.


Queremos conhecer exemplos inspiradores — não interessa se subiu um montanha ou venceu um medo de criança — do que de melhor existe na humanidade, como ultrapassou os desafios, o que aprendeu, que mensagem pretende deixar.


A sua Vida é o seu legada para a Humanidade.


E porque a sabedoria e os bons exemplos devem ser recompensados pela Luz que trazem ao Mundo, os autores das histórias seleccionadas ganharão 3 sessões de coaching de bem-estar que incluem:

  1. Avaliação e definição de um plano individualizado de bem-estar diário.

  2. Ferramentas práticas e simples para se sentir bem e gerir a ansiedade nestes tempos de incerteza

  3. Acompanhamento (virtual para já;)) da implementação do plano individual de bem-estar

  4. Avaliação e sugestão de um plano de desenvolvimento de talentos

Todas as histórias serão compiladas e partilhadas em formato a divulgar em breve.

Se conhece alguém cujo testemunho de vida merece ser partilhado, por favor envie o seu testemunho ou questões para o email pessoal: filipa@newmanityproject.com.


Muito obrigada!


#newmanity #inspiraçao #pioneiros #bemestar

15 visualizações
 
  • Instagram
  • LinkedIn

©2020 por Newmanityschool.